Tem reparado no seu lixo em casa?

Agora que estamos passando mais tempo em casa, talvez você tenha reparado na quantidade de resíduos que produzimos diariamente, não?


Além dos resíduos orgânicos, os recicláveis são abundantes em nosso cotidiano. Plásticos em geral, embalagens, sacolas, vidros, metais e invólucros variados – sem contar os tecnológicos, como pilhas e placas eletrônicas.



Resíduos residenciais aumentam em tempos de isolamento social
Volume de resíduos residenciais produzidos diariamente é um dos grandes

desafios dos centros urbanos e custam caro à sociedade



Os esforços para que haja separação, coleta e destinação adequadas estão longe de serem suficientes. A maior parte dos orgânicos, que poderiam ser compostados, e de outros materiais, que poderiam ser reciclados, vão parar em aterros e até nos famosos lixões, proibidos há alguns anos, mas que ainda são uma realidade. Além disso, em toda essa cadeia, uma quantidade enorme vai parar sabe onde? Na natureza, contaminando ecossistemas.



Maioria reciclaveis nao sao reciclados

Um percentual mínimo de resíduos recicláveis são de fato reciclados


Aproveite os dias em casa para observar um pouco mais. Queremos provocar uma reflexão sobre este desafio característico dos nossos tempos, modelo de vida e organização social. Procure pensar sobre os ciclos dos produtos  –  de sua origem ao destino final – e nos impactos dos resíduos ao meio ambiente e às nossas vidas.

Voltaremos a abordar esse assunto por aqui para que juntos possamos compreender melhor essa realidade e o que podemos fazer sobre ela.