Concurso de Redação 2020: 3º lugar (categoria 3)

Enfim foi anunciada nossa maior esperança nestes últimos meses

O fim desta pandemia se tornará realidade.


Por Valentinna Blank Canes

Após meses de insegurança, medo e isolamento social, foi descoberta a vacina contra o vírus SARS-Cov-2, agente causador da COVID-19. A Universidade de Oxford, no Reino Unido, em parceria com uma empresa farmacêutica, anunciou, nesta quarta-feira, dia 19 de maio de 2021, às 14h, o novo antivírus. Encontrado depois de muitas pesquisas e testes realizados em voluntários, cientistas que trabalharam incansavelmente para esse dia chegar disseram estar orgulhosos e ainda mais esperançosos. Alguns dos responsáveis por essa descoberta afirmaram, em uma entrevista, que a vacina já está sendo produzida em massa e logo estará disponível para todos os países.


Neste momento, gente do mundo inteiro está saindo de casa para comemorar a grande notícia, mas, claro, seguindo as recomendações e tomando cuidado para evitar uma maior proliferação do vírus. Aqui no Brasil, a Avenida Paulista encontra-se lotada de pessoas de máscara festejando e cantando em uníssono “We are the champions”, do Queen. Assim, repetindo trechos da música que dizem “nós somos os campeões” e “nós continuaremos lutando até o fim”, lágrimas de saudade de parentes e amigos perdidos para o coronavírus e também de alegria por esse sofrimento estar finalmente chegando ao fim escorrem dos olhos de muitos. Uma sensação de alívio toma o coração de todos. Algumas pessoas, que estão aqui nas ruas para celebrar, expressam emocionadas o quanto é reconfortante ter sobrevivido e esperam ansiosamente para retornar à sua rotina e reencontrar amigos e familiares.


A partir de agora, devemos esperar pela liberação da vacina, tendo os mesmos cuidados que tínhamos durante o período de quarentena. Após todo esse período difícil pelo qual passamos, teremos de nos adaptar a novos hábitos, novos estilos de vida e de comércio. A sensação que sentimos no momento é uma mistura de alívio e felicidade, pois, desde o início, tivemos esperança no “tudo ficará bem no final”.

 

---

*Em todas as edições da Feira, entre as atividades propostas aos alunos está o Concurso de Redação. Este ano, após uma Oficina de Redação, em parceria com o Curso de Jornalismo da ESPM, a proposta, em tom de esperança, foi inspirada no dia em que multidões foram às ruas para celebrar o final da Segunda Guerra Mundial. Alunos exercitaram a redação de um texto jornalístico, simulando uma cobertura sobre a reação das pessoas após a suposta descoberta de uma vacina contra o Covid-19. Este é um dos nove textos vencedores.